quinta-feira, 5 de junho de 2014

observações

foi a primeira vez hoje
e foi estranho
ver aquela coisa que eu mesma coloquei
entrando dentro de mim
e depois saindo outra
daquele tamanho

quando dei por mim
andando normalmente
viva, pulando, dançando
no meio de tanta gente decente
comecei a dar risada sozinha
no meio da escada

prédio

Há algo nos prédios de que eu gosto muito. A maneira como eles lembram o sistema de funcionamento do corpo humano. Como lembram organismos, com seus vários tubos e canos e conexões. Um verdadeiro sistema circulatório! 
O que há também na mentalidade da cobertura do prédio ser do manda-chuva, já que o cérebro é quem comanda toda a bagunça que todo o resto é.

terça-feira, 3 de junho de 2014

cosmo

saudades dos pincéis
criadores dos mundos que habitei
minhas palavras foram coloridas
em forma de verso pintado

saudades dos papéis de todas as gramaturas
das sedas transparentes e verdes de várias espessuras
hospedeiros dos mundos por onde passei
e que tão logo pelo tempo serão apagados

saudades das tintas respiradas
em forma de nuvem e oxigênio
como em um místico universo borrado

saudade da tormenta
e do cinza grafite
lápis
apontador
meu cosmo com sabor
de ser sempre sabotado



mercantilismo

lágrimas, quem as compra?
há quem lágrimas procure
há quem lágrimas ofereça
lágrimas, quem as vende?

dê-me logo o endereço dessa peça
diga-me, onde mora?
se é que vende lágrimas
queria saber de onde elas vem
se sou eu
quem lágrimas chora

domingo, 1 de junho de 2014

Adeus, Vina

Olá,  Vossas Salsichências !

Cumprimos nossa sentença ! Encontramo-nos com o único mal irremediável, aquilo que é marca de nosso estranho destino sobre a salsicholândia, aquele fato sem explicação, que iguala tudo que é vina num só rebanho de condenados, porque tudo que é vina, vira cachorro-quente!

Nossa epopéia salsichonética chega ao fim !
Obrigada por terem assalssichoado nosso e-vento ! Vocês, que neste ano, permaneceram em vários cantos do país para construir a OBL Vina !
A OBL é uma construção coletiva, que tem a participação de vocês como um meio e um fim.
Ela é gestada com a intenção de que a linguística comova vocês; pensando que a interação entre pessoas de diferentes sotaques, diferentes culturas, diferentes lugares, possam se chocar, e que termine em encontros frutíferos e salchitíferos. A OBL é um caldeirão !

Obrigada a todos que vinaram com a gente este ano: Weisswursts, Currywirsts, Blutwursts, Bratwurts de Thüringer e de Nürnberger, Wienerwursts e ConchitaWursts.

Obrigada a todos os professores que participaram junto com seus alunos. Aqueles que incentivaram, trocaram ideias, que deram seu tempo para monitoras as provas, corrigir as provas.

Esperamos encontrá-los em outras barracas de cachorro-quente pela vida, no ano que vem, com um outro tema culinário e muitas outras receitas !