domingo, 12 de outubro de 2014

Noite da tapioca

Gosto da noite. E nem tô falando dos sonhos que tenho com coisas que não vivo durante o dia tanto por não serem possíveis, como por serem impossíveis. Eu gosto das noites porque no fim de todas elas existe uma tapioca com manteiga e um café me esperando. Não exatamente esperando, mas em potência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário