quarta-feira, 28 de março de 2012

Blógs

Sabe esse meu último trabalho?
Eu queria muito que ele tivesse feito sucesso, mas parece que quebrou as pernas e vai precisar de gesso.
Agora eu é que tenho que lhe dar o banho e descascar o abacaxi.

Esses meus últimos filhos intelectuais não me deram nenhuma alegria.
Esperava que me estimulassem, que me pagassem o INSS e me ajudassem a enfrentar a velhice porvindoura.

Deixaram-me à deriva, à miúde.
Esses filhos que não me deram nenhum orgulho, tampouco fama ou um plano de saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário