quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Poe


Ah, lê guria!
Poe favor!
Tem uns urubus na janela sentados
aguardente para comer a carcaça destas poesias.

Leia e me salve dos urubus,
e do disco-voador que vem das estrelas.

Quem não égide retorna ao mundo das fadas
e dos sonhos Morfeu é quem conhece bem,
esse cara sombrio se chamava Edgar,
me disseram que seus papéis morreram comidos por eles
mas não hoje,
porque os bombeiros o resgataram do prédio em chamas,
usando escadas.

Leia,
me salve
tenho medo de universos infinitos e de almas penadas!




Um comentário: