quinta-feira, 28 de maio de 2009

Dementes, adeus.

Eles estão prontos pra dominar a minha mente,
entregue isso a ela, e vá!
Comparamos o DNA da escova de dente
com o da rainha de Sabá.
Trocamos todos os sentimentos por medo
nós temos receio de continuar.

Compramos aquele dedo
"Ahn?"
Foi o que ele disse,
vendo estapafúrdio albedo
daquela estrela, suas vestes
moldadas pela cultura pop
a quem me entreguei
entre rios.

Lembro-me de julgá-lo idiota por ter fingido
mais hipócrita é você
que tem se vendido
falsificando o significado das palavras.

Depois dessa sequência estranha
indentificaram cloro em suas vestes,
raramente se encontram indícios como esse
em um cachorro
que não tem casa
e eu que não sei mais onde moro.

São tantas referências modernas,
nós estávamos nos divorciando mas continuamos amigos
... à mínguos.
escondidos e confundidos
fundidos num balde de superficialidade.

Demos adeus a moralidade
e a Deus o que lhe pertence.
Nos julgamos superiores
a toda essa baboseira pendente
aos testes que eles fazem
de mentes,
dementes.

Demos a Deus
e a toda a gente, que agora passa fome
nós os deixamos lá
porque temos receio de continuar.
Eles dominaram a minha mente,
informe isso a ela, e vá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário